Ventilação Natural nos ambientes: soluções sustentáveis com redução do consumo de energia!

Dentre as propostas nas Diretrizes Construtivas e Estratégias de Condicionamento Térmico Passivo, mencionado no post anterior, está o aspecto Ventilação Natural nas edificações. Esta diretriz construtiva vem a favor da sustentabilidade nas edificações resultando em conforto térmico e bem-estar aos usuários de forma a proporcionar eficiente renovação e ventilação naturais com qualidade jamais conseguida com o uso recursos mecânicos.

 

A diretriz construtiva relativa a aberturas na edificação, posicionadas de acordo com o fluxo natural dos ventos predominantes e o dimensionamento apropriado, é eficaz e favorece a renovação contínua do ar interno nos ambientes em grande parte do ano.

 

Infelizmente, podemos perceber, como muitos cientistas que defendem o aquecimento global, que o calor em muitas regiões tem se manifestado mais intenso e por causa desta constatação que estamos vivenciando muitos precisarão lançar mão de refrigeração artificial assim como nos invernos rigorosos o aquecimento é essencial.

 

Mas estamos falando de Brasil, especificamente da Zona Bioclimática 3, onde o microclima é mais ameno na porção maior das estações do ano e por isso estas estratégias indicadas são pertinentes e eficazes.

 

A ventilação cruzada, desde que bem posicionadas as aberturas, têm contribuído com o arejamento natural e com o resfriamento das edificações. Diversos são os sistemas construtivos que contribuem neste aspecto como os lanternins, exaustores eólicos, claraboias e outros que contam com dispositivos de cont

role de forma a obter um resultado de acordo com o momento climático.

 

E, quando a insolação se torna excessiva, os mecanismos de sombreamento são soluções construtivas com dispositivos muitas vezes controláveis que proporcionam ventilação e aeração (renovação do ar em ambientes fechados) suficientes mesmo sem ter que lançar mão do fechamento das aberturas. Temos então, que aprofundar no estudo e na aplicabilidade destes sistemas construtivos nos projetos dos ambientes construídos, para que se possa usufruir melhor deste clima tropical.

 

O vídeo a seguir tratará deste assunto com abordagens diferentes e está disponível para quem se interessar.

 

  • Share post

Arquiteta e professora de Desenho Arquitetônico na Faculdade Tecnológica INAP de Design de Interiores. Larga experiência no mercado de trabalho com diversos projetos arquitetônicos edificados em BH. Pratica a docência com prazer e dedicação e tem ampliado sua abrangência de conteúdos no EAD - Ensino a Distancia - nas disciplinas de Conforto ambiental, Núcleo de Projeto e outras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *